Completando o Mandato Cultural – Por Stephen McDowell

Como os Cristãos têm Ajudado a Estabelecer o Reino de Deus entre as Nações

Completando a Comissão

O Plano de Deus para a Humanidade

Qual é o propósito ou a missão do homem na terra? Os Cristãos com freqüência respondem a isto se referindo a Grande Comissão (Mateus 28:18-20), e com toda a razão, porem nos últimos anos um grande segmento da Igreja tem limitado o significado disto a conversão somente pessoal. Certamente a Grande Comissão inclui o Mandato

Evangelístico, de redimir o homem, mas também inclui o Mandato Cultural, o de redimir a terra.

Deus se tem revelado a Si próprio como o Rei da Criação quanto o Redentor da Humanidade. O Seu reinado sobre a criação se descreve nos capítulos iniciais da Bíblia. O propósito de Deus para o homem também é revelado no livro de Gênesis.

Para entendermos apropriadamente o plano de Deus para o homem devemos entender uma verdade fundamental declarada em Genesis 1:1 – a soberania de Deus. Deus declara a sua existência desde o principio. Ele declara que é o Criador, por isto Seu senhorio sobre a criação. Ele governa sobre toda a criação. “Os céus são os céus do Senhor… Todo o que quis tem feito” (Sal. 115:16, 3). Devido a que Ele é soberano, todos os homens são responsáveis perante Deus.

O primeiro livro, Gênesis, também ensina o aspecto distintivo do homem. O homem é feito a imagem de Deus (1:26-27); por tanto é único e distinto. O homem manifesta o principio da individualidade – no seu chamado e nas suas características. Todos nos temos um propósito geral comum, mas cada um tem um propósito específico distinto.

Deus lhe deu uma missão a Sua criação especial desde o principio – o Mandato Cultural ou de Domínio (vs. 28). Deus lhe deu ao homem a missão de senhorear sobre a terra, de tomar domínio. O Salmo 8:6 diz que somos feitos para governar sobre as obras das Suas mãos.

Deus criou o homem a Sua própria imagem e semelhança como o Seu vice-regente ou administrador para governar sobre a terra. Tristemente o homem caiu do propósito para o qual Deus o criou. Desta maneira, o homem perdeu tanto o seu íntimo relacionamento com Deus quanto a sua habilidade para governar apropriadamente a terra. O pecado não somente separou o homem de Deus, mas também produziu uma maldição e uma grande perda. O homem era incapaz de cumprir apropriadamente o mandato cultural.

A natureza redentora de Deus se faz evidente de ali em diante. O homem tinha caído de aquilo para o qual Deus o tinha criado h– tanto no seu ser quanto no seu agir.

Então Deus planejou redimir o homem e restaurar nele a autoridade e administração (mordomia) delegadas sobre a terra. Deus prometeu que a semente da mulher destruiria a serpente, Satanás (Genesis 3:15). Cristo foi aquela semente que veio para redimir o homem e reverter os efeitos da queda e a maldição. Ele devolveu ao homem a habilidade de cumprir a missão originalmente entregue a Adão, como também restaurou o relacionamento do homem com Deus.

A historia da redenção se desenvolve nas varias alianças que Deus estabeleceu com os homens. A entrega da lei no Pacto Mosaico também foi usada por Deus para impulsionar o Seu programa redentor. Naturalmente, o propósito redentor de Deus tem encontrado seu cumprimento final na Nova Aliança a través de Cristo, quem foi imolado e que pelo seu sangue Deus tem redimido os homens para si mesmo “de toda linhagem, língua, povo e nação” (Apocalipse. 5:9).

salvaçao em cristo

O Propósito da Salvação em Cristo

O propósito completo da salvação em Cristo não pode ser entendido a menos que entendamos o propósito original do homem. A salvação vai alem de fazer que o homem entre no céu. Inclui restaurar o homem a sua posição original. Cristo lhe trouxe ao homem a restauração do pacto que Ele tinha com Deus, da gloria que tinha de Deus, e do mandato de domínio. Jesus também trouxe o reinado e o governo do Seu Reino a toda a criação. Ele proclamou e demonstrou o evangelho do Reino (ou seja, o governo, justiça, verdade e paz de Deus em todas as áreas da vida).

A sua obra expiatória também reverteu a maldição devido à queda do homem. A maldição afeta aos indivíduos através da morte, as enfermidades, o cativeiro, etc., e por sua vez também afeta todas as esferas da vida. Cristo trouxe redenção aos indivíduos, mas também às instituições e a todas as esferas da vida (incluindo a lei, o governo, a educação, as artes, os negócios). A redenção é tão ampla como a abrangência do pecado.

O desejo de Deus, como Jesus nos ensinou a orar, é que o Seu reino venha e que a Sua vontade seja feita na terra como é feita nos céus. Temos sido redimidos com um propósito. Em Cristo temos sido restaurados a condição de filhos e estamos agora na posição de obedecer tanto o Mandato Cultural quanto o Mandato Evangelístico. Com respeito ao Mandato Cultural, Deus nos tem restaurado a mordomia. Através de Cristo somos chamados de volta ao propósito original de Deus – para viver a Sua imagem e para sermos “frutíferos e a aumentar em número, a encher a terra e dominá-la. Para senhorear sobre… todas as criaturas que se movem sobre a terra” (Genesis 1:28). Temos sido restaurados para servir a Deus como os seus vice-regentes sobre a terra.

As nações também são afetadas pela obra redentora de Cristo. Em Mateus 28:19 Jesus nos disse que fossemos e que fizéssemos discípulos de todas as nações. Matthew Henry disse que a intenção de isto é reconhecer as nações como nações Cristas. Atos 17:26 nos diz que Deus fez as nações e lhes prefixou os tempos e os limites de sua habitação, para que busquem a Deus.

As nações têm obrigações com Deus. George Washington resumiu muito bem as obrigações que as nações têm com Deus no documento Proclamação para um Dia de Ação de Graças, guardado a quinta-feira 26 de Novembro de 1789: “É a Obrigação de todas as Nações reconhecerem a Providencia do Deus Todo poderoso, obedecer a sua vontade, e ser agradecidas pelos seus Benefícios, e implorar humildemente a sua Proteção e Favor. ”

Necessitamos ver que a nossa comissão é grande e que vai muito alem da conversão de indivíduos, embora isto seja de primeira importância.

remir a terra, nosso mandato cultural

Redimindo a Terra

O Mandato Cultural nos chama para usar todos os nossos recursos para expressar a Sua imagem e semelhança na terra. Para cumprir este mandato requer de nos que descubramos a verdade através das ciências, apliquemos a verdade por meio da tecnologia, interpretemos a verdade através das artes e as letras (a área de humanidades: a literatura, a filosofia, etc.), estabeleçamos a verdade através do comercio e a ação social, transmitamos a verdade por meio da educação e as artes, e preservemos a verdade através do governo e a lei.

Historicamente os Cristãos têm estado na frente em cada uma dessas áreas. À medida que estes homens e mulheres têm sido fieis para cumprir o chamado em suas vidas e utilizar os talentos que Deus lhes deu, nessa medida tem contribuído enormemente para tomar domínio sobre a terra e estender os propósitos e o governo de Deus neste mundo.

Na parábola de Lucas 19:11-27 Jesus nos instrui em quanto a como deveríamos viver na terra enquanto esperamos, e ao mesmo tempo ajudamos a produzir, o Seu reino. Ele nos disse que “fizéssemos negócios com isto ate que eu voltar” (vs. 13). O isto são minas, o que certamente fala de um uso sábio do dinheiro, mas num sentido mais amplo representa os talentos, destrezas e habilidades que Deus tem dado a cada um de nos. Deus nos criou com um propósito. Deseja que trabalhemos como sócios com Ele para tomar domínio sobre a terra ao usarmos os talentos que nos tem dado. Estes talentos se expressam no negocio ou a obra a qual nos chamou. Nosso trabalho é uma parte vital do plano de Deus para nos e para as nações. À medida que formos fieis em trabalhar duro e em multiplicar o que nos tem dado, nessa medida estaremos participando em produzir o Seu reino sobre a terra e sendo uma benção para as nações.

Podemos aprender muito em como discipular hoje as nações a partir dos exemplos dos Cristãos que Deus tem usado ao longo da historia. Seguidamente mencionaremos alguns Cristãos que tem contribuído em cumprir o mandato cultural ao fazer negócios com os talentos que Deus lhes deu em vários campos. Uns poucos destes pioneiros são examinados brevemente para que possamos aprender e sermos inspirados por seus exemplos.

Se quiser continuar estudando sobre o assunto recomendo ler Tocar o Céu e Transformar a TerraResgatando a Cosmovisão Bíblica e dá uma olhada nas dicas de leitura que tem alguns livros ali muito bons que tratam desse assunto.

No amor de Jesus.

Pedro Quintanilha ><>

Anúncios

O Papel da Igreja no Cenário Político

urna-eletronica

” e não sejais cúmplices das obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as ” Ef 5.11

Mentiras, corrupções, injustiças, hipocrisias,  maldades… São alguns dos ingredientes que fazem parte do cardápio político brasileiro. Todas essas coisas parecem não ter fim, enquanto assistimos a tudo inertes sem fazer absolutamente nada para evitar ou acabar com toda esta tragédia.

Todavia, a palavra de Deus revela-nos um lado que muitas vezes não queremos ver ou admitir: O Senhor considera todos os envolvidos responsáveis (Isaías 9.16,17). Isto quer dizer que perante Deus tanto os que lideram quanto os liderados tem suas responsabilidades, principalmente aqueles que fazem parte do povo de Deus.

Nunca se fez tão importante o papel político da igreja como nesses dias. Não podemos nos calar diante de tanta injustiça de um lado e omissão do outro. A igreja precisa assumir uma postura profética, semelhante a de Jeremias, que falou tanto internamente (Israel), quanto externamente (nações incrédulas). Precisamos levantar-nos nesta geração e dizer aquilo que o Espírito Santo tem falado através das Escrituras. Creio que Deus em breve julgará toda essa sujeira que cobre nosso País.

Diante do estado caótico que nosso país vivencia, não podemos ser omissos.

Não se conforme com o “Voto Nulo”, mas faça uso do mandamento apostólico: “E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém reprovai-as”. Ef 5:11

Não venda seu voto. Não eleja quem não vai lhe representar dignamente. Não se conforme com a presente situação deste país.

Talvez você diga que “não sabe em quem votar” porém, uma coisa você precisa saber: Em que você NÃO DEVE votar. Faça pelo menos uma lista de quem você sabe que não deve receber seu voto, principalmente aqueles que do seu conhecimento estejam comprometidos com a corrupção.

Eu e você, discípulos do Senhor, sabemos que a solução para o nosso Brasil encontra-se no Senhor Jesus Cristo. “Feliz a nação cujo Deus é o Senhor…” (Salmo 33:12a). Porém, precisamos saber que Deus reprova os guias que desorientam o povo, mas também não se agrada do povo que se permite ser induzido ao erro. Líderes corruptos e liderados omissos, tanto um quanto estão “na mira” do Senhor dos Exércitos.

Extraído do Boletim Informativo do Projeto Ide.

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Stephen McDowell – Construindo Nações Com Base na Palavra de Deus

Assistam esses vídeos impressionantes do grande mestre Stephen McDowell, este camarada tem treinado milhares de pessoas ao redor do mundo sempre trazendo uma perspectiva completa sobre a vida fundamentada em uma cosmovisão bíblica. Nesses vídeos ele demonstra como podemos aplicar princípios da palavra de Deus para desenvolvermos um governo em uma nação. Agora eu quero ver alguém dizer que política é do diabo.

Nação livre, Libertando as nações, nação cristã

Stephen McDowell é o co-fundador da Fundação Providence e da Universidade Visão Biblica Mundial. Em 25 anos de trabalho integral com a fundação, Stephen tem viajado pelos Estados Unidos, assim como na Ásia, América do Sul, Austrália e África. Ele treinou milhares de pessoas em mais de 100 paises, prestou consultoria a numerosos lideres de governo, ajudou na confecção de documentos politicos e na fundação de partidos politicos, e ajudou a criar classes de estudo em varias igrejas. Escreveu e co-escreveu mais de 20 livros, incluindo Libertando as Nações e a Historia Providencial Americana.

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Por Que o Cachorro Enterra o Osso?

Cachorro enterrando osso

Há algum tempo atrás estava conversando com a veterinária do meu cachorrinho e ela me fez essa pergunta por que o cachorro enterra o osso? Eu não sabia, então ela me respondeu, ele o enterra para guardar, por que ele não sabe quando terá outro novamente.

Isso me faz pensar sobre como administramos nossas finanças pessoais. Você pode até dizer. Poxa Pedro agora você foi longe heim…

É isso mesmo, se até o cachorro instintivamente guarda o seu osso por conta do seu instinto natural por que nós seres inteligentes não desenvolvemos uma mentalidade de poupança, ou seja de poupar parte dos nossos recursos para tempos difíceis ou oportunidades da vida.

Você pode até tentar justificar a falta dessa mentalidade com textos bíblicos como “não acumuleis tesouro…” “não andeis ansiosos com o que haveis de comer ou de vestir…” “…basta a cada dia seu próprio mal” Mt 6. 19-34

Jesus nos aconselhou em Lucas: “Qual de vocês, se quiser construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o preço, para ver se tem dinheiro suficiente para completá-la?” Lc 14.28 Esse texto ressalta a importância do planejamento.

O Pai deu a Adão a missão de administrar a Terra, sujeitar e multiplicar. Gn3.36

Desenvolvendo uma mentalidade de poupança

O que quero dizer é que devemos aprender a administrar de forma justa e sensata os recursos que Deus nos proporciona e uma das formas de administrarmos bem esses recursos é guardando uma parte para tempos difíceis ou oportunidades.

Veja um exemplo prático:

Nas Escrituras quando o princípio de guardar parte de sua renda foi aplicado por José no Egito e a partir dessa aplicação o Egito se tornou a maior potência mundial daquela época. Veja Genesis capítulo 37,39-45 toda a história de José.

“Procure agora o faraó um homem criterioso e sábio e coloque-o no comando da terra do Egito. O faraó também deve estabelecer supervisores para recolher um quinto da colheita do Egito durante os sete anos de fartura. Eles deverão recolher o que puderem nos anos bons que virão e fazer estoques de trigo que, sob o controle do faraó, serão armazenados nas cidades.  Esse estoque servirá de reserva para os sete anos de fome que virão sobre o Egito, para que a terra não seja arrasada pela fome. ” O plano pareceu bom ao faraó e a todos os seus conselheiros. Gn 41.33-37

Podemos chamar esse princípio do princípio da quinta parte, ou seja de toda sua renda guardar 20% para tempos difíceis.

Fica aqui meu conselho para vocês queridos leitores, este é um princípio que tenho buscado praticar e tenho visto muitos resultados em minha própria vida.

Que possamos seguir os exemplos dos cachorros e mais ainda o exemplo de José. Desejo que vocês aprendam a administrar bem os recursos que Deus tem lhe confiado, assim como eu tenho buscado fazer.

Se quiser seguir pensando sobre questões relacionadas a empreendedorismo escrevo  sobre isso em outro lugar

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Ampliando o Entendimento sobre Reino de Deus

Pegando carona no último posto sobre Reino de Deus acredito ser oportuno compartilhar com vocês esses slides que foram passados na ECAP em Cabo Frio ministrada pela equipe do Rugido do Leão. 

“O Reino de Deus não é um lugar, umterritório. Não é o céu. Não é a Igreja. Não éuma coisa, um objeto, um estado. O Reino deDeus é uma ação. Essa ação é um ato, é arealidade mais absoluta do universo. O Reino de Deus é o reinar de Deus”  Fábio Souza

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Google Um deus?

Deus Google Reino e SacerdoteEstava ontem conversando com meu amigo Lucas Bessa, que para sorte dele também é meu cunhado, sobre o fato de muitas pessoas utilizaram o Google como aquele que detém todas as respostas que precisamos. Vejo isso como um sintoma de nossa sociedade digital a cada dia que passas as pessoas colocam suas esperanças em coisas palpáveis. Vejo uma certa “deusificação” (nem sei se esta palavra existe) do Google que está envolta em uma mítica, tudo que precisar saber o Google vai me mostrar.

Interessante que essa aparente onisciência e onipresença do gigante das buscas se desenrolam em quase que uma onipotência financeira que transformou o mundo e criou novos espaços, novos mercados. Onde inclusive eu estou inserido e desenvolvendo minha carreira, neste ambiente digital focando o marketing digital.

Porém algo que me faz pensar é saber que o “grande” Google ou até conhecido como o deus Google só consegue indexar (veja como o Google funciona) 10% de todo o conhecimento existente na internet, e é engraçado que a internet só possui 10% de todo o conhecimento da humanidade e mais engraçado ainda é que a Terra não é nem 10% do Universo. O Universo só tem 10% de matéria conhecida, o restante é o que os físicos chamam de matéria escura. Podemos dizer então que o Universo é o dízimo de Deus para a humanidade.

Acredito que fica claro que a comparação do Google com Deus não é só idiota como também ridícula.

Como podemos cogitar comprar com o Criador a criação de uma criatura?

Sei que essa reflexão pode parecer estranha para alguns, mas acredito que ela pode nos ajudar a enxergar um pouco a grandeza daquele que é o início e o fim. Deus Pai. O Altíssimo.

Que possamos nos desenvolver como filhos daquele que detém todo o conhecimento, todo o poder, está em todos os lugares, ama incondicionalmente e trata cada um em sua individualidade. Aquele que tem um plano eterno que vai ser cumprido quer você queira, quer não e que nos dá oportunidade de fazer parte desse plano cósmico maravilhoso, e ainda tem planos individuais e condicionais para cada um de nós.

Espero que tenha gostado.Comenta aí, desejo saber sua opinião.

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Desintoxicação Sexual – Conselhos aos Jovens Solteiros

Desintoxicação Sexual - Um guia para o jovem solteiro - Reino e SacerdoteAcredito que ajudará aos Jovens solteiros encontrarem forças e um caminho e liberdade. Meu desejo é que encontrem o escape oferecido pelo Espírito Santo e que se desenvolvam em santidade. Não parem de lutar! Existe esperança! É possível! Creia no amor de Jesus, busque o Senhor. Pedro Quintanilha ><>.

Segue Introdução do livreto:

Não é fácil ser um jovem rapaz hoje em dia. Talvez nunca tenha sido fácil, mas atualmente os
desafios que os jovens que querem se manter santos enfrentam parecem ser mais difíceis do que nunca. Você vive em um tempo em que a cultura parece estar toda entregue ao sexo. Ele está sempre ao seu redor e você mal consegue evitar sua sedução.

Aonde quer que você vá, você é encarado pelas tentações e, se você for igual à maioria dos
garotos, já começou a ceder a elas. Talvez você tenha acabado de começar a olhar pornografia, talvez você já esteja nisso há vários anos. Talvez você esteja lutando contra a masturbação, desejando não se dar este prazer, mas talvez tenha descoberto que é muito mais difícil parar do que você um dia imaginou. Talvez você tenha descoberto que, mais do que nunca, o sexo está enchendo a sua mente e impactando o seu coração.

Esse livreto é especialmente designado para homens jovens – aqueles que ainda não são
casados, mas que esperam casar-se no futuro. Talvez você não esteja namorando ou talvez você já tenha encontrado a mulher dos seus sonhos e já esteja perto de casar-se e construir uma vida juntos. Talvez a mulher dos seus sonhos pareça estar ainda muito longe. Não importa sua situação, eu quero usar este pequeno guia para ajudá-lo a descobrir o plano de Deus para o sexo e para a sexualidade.

Eu quero ajudá-lo a encontrar as mentiras em que você acreditou sobre o sexo e quero ajudá-lo a substituí-las pela verdade, que vem diretamente de Deus, que criou o sexo para nós.

TIM CHALLIES

Unidade: Pilar do Avivamento

unidade, pilar do avivamento. “Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e que como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também  sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado, para que sejam um, como nós somos; eu neles, e tu em mim a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste, como também amaste a mim.”(Jo 17; 20-23)

Não existe nenhuma oração que o Filho tenha feito que o Pai não respondesse. Isso nos dá esperança de alcançar a tão sonhada unidade. Sonhada por muitos, esperada por alguns, buscada por poucos.

Uma das funções deste organismo corporativo chamado igreja é demonstrar o amor de Deus na terra. Uma das condições que vemos nas escrituras, mais especificamente nesse texto acima é que a unidade é um fator decisivo para que o mundo creia que o Pai enviou Jesus. Nessa oração Jesus orou por mim e por você, isso mesmo você que está lendo esse texto, Jesus orou ao Pai por nós e nessa oração ele clama por unidade, mas o que é de fato unidade?

Para entender o que alguma coisa é às vezes é mais fácil vermos primeiro o que não é.

Muitas pessoas juntas em um lugar não configura unidade. Pessoas falando da mesma forma e agindo da mesma forma também não configura unidade ou seja Podemos estar juntos e não sermos um, podemos até falar que somos um e não ser.

Unidade fala muito do nosso coração e a partir desse coração somos atraídos e aproximados naturalmente.

Deus não vê como o homem vê, ele consegue enxergar nossas particularidades e individualidades mais do que qualquer um, porém quando Deus o Pai olha para uma cidade ele vê uma igreja. As divisões e barreiras denominacionais encontram-se em nossos corações. Deus deseja que caminhemos como igreja, unida a ele no espírito e na prática que caminhemos juntos em prol de uma revolução de amor em nossas cidades.

A igreja não está restrita a quatro paredes de um lugar de reunião, mas assim como diz as escrituras ela avança e as portas do inferno não podem prevalecer contra a igreja (Mt16.18). Porta fala de defesa, ou seja, a igreja avança caminha pela cidade espalhando o amor de Cristo e sendo um instrumento para redimir, resgatar pessoas da condição de morto para vida.

Isso nos leva a refletir: Será que estamos vivendo de acordo com a oração de Jesus?  Será que nós não podemos ser a resposta a essa oração?

A unidade é um pilar é uma coluna que sustenta o avivamento. Muito se fala de avivamento, porém muito do que vemos é barulho e propaganda com pouca ou quase nenhuma transformação efetiva.

Quando penso avivamento penso em pessoas juntas por um propósito gerando uma influência efetiva nas condições sociais e morais da sociedade. Assim como Samuel meu pastor sempre fala “Não existe avivamento sem arrependimento” e o arrependimento (mudança de mente que se reflete em uma mudança de atitude) é o fator chave tanto para unidade quanto para vivermos um verdadeiro avivamento. Podemos observar isso inclusive naqueles vídeos da série Transformações do George Otis Jr. Alguns exemplos como o que aconteceu na Colômbia no Quênia na Califórnia.

A partir disso passamos para uma parte mais prática. Como podemos então viver um verdadeiro avivamento e caminharmos em unidade como de fato uma igreja na cidade?

1-    Através de mobilizações de oração e adoração onde poderemos nos congregar como igreja na cidade e buscar ouvir Deus como corpo.

2-    Apoiando iniciativas do conselho de pastores da nossa cidade.

3-    Pastores e representantes da igreja sentarem juntos para discutir ações que dizem respeito às necessidades da cidade e assim verificar quais áreas necessitam de assistência social.

4-    Sermos comprometidos individualmente com a prática da leitura da bíblia, orações e obras de justiça social, atitudes de solidariedade.

5-    Proclamar o amor de Deus e o arrependimento com nosso exemplo de vida e não simplesmente com um discurso bonito

6-    Entender que não é por nossa força que vamos alcançar a unidade e o avivamento mas que esse é um desejo de Deus e nós precisamos simplesmente estar na posição correta.

Espero que esses pontos sirvam para nortear nossa busca pela unidade e avivamento e que não percamos a esperança de que Deus é o mais interessado em nos transformar do que nós mesmos. É desejo de ele ver homens e mulheres rendidos aos seus pés e acolhidos pelo seu amor. Deus deseja o melhor para todos nós e sem dúvida o melhor e viver uma vida eterna em Cristo essa é nossa esperança.

“Se nossa esperança se limita a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens.” 1 Co15.19 “…Cristo em vocês a esperança da Glória.”  Cl 1.27

Se gostou compartilhe. Comente sua opinião é importante. Vamos conversar..

 No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Seja também um Jovem Ponte sonhe com um Brasil melhor

Vídeo que fala sobre a perspectiva de crescimento e evolução  do Brasil. Jovens que tem trabalhado para ser influência e gerarem mudanças concretas onde vivem por meio de micro revoluções. Que sirva de inspiração para todos nós. Que possamos sonhar juntos e trabalhar por um Brasil melhor.

Veja meu sonho em: http://osonhobrasileiro.com.br/dreams/1532-pedro-quintanilha

Compartilhe o seu também. Eu quero saber qual é seu sonho!

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Trabalhando em prol da transformação

Neste sábado participei do IQM Rio 2011 um fórum de idéias organizado pelo Guillermo Lóssio da empresa Gênios 360. Foram apresentados vários que tem como objetivo cooperar para que aja transformação em nossa cultura em vários aspectos, seja nas áreas de negócios, saúde, social, ambiental.

O fórum como o próprio Guillermo falou é só o inicio de um processo que se seguirá e se tornará um instituto que visa desenvolver a melhora de nossas regiões de forma integrada.

Fiquei muito feliz de ser um participante ativo dessa iniciativa, pois creio e trabalho pela transformação, lá eu apresentei um projeto no qual estou trabalhando que é o BOM Cabo Frio este é o banco de oportunidades municipal.

O BOM visa gerar network entre aqueles que estão procurando emprego e aqueles que tem vagas a oferecer, mas muito além de um simples classificado online de empregos o BOM visa desenvolver uma nova mentalidade em nosso município. Desejamos capacitar as pessoas e dar a elas oportunidades de se desenvolver de forma integral. Trabalharemos em prol de uma mentalidade empreendedora para que seja eliminada a mentalidade escrava de nossa região.

Quero deixar claro que o este é um processo e as coisas não vão mudar de uma hora para outra precisamos de apoio e continuidade. Ver as pessoas transformadas, trabalhando gerando renda para suas famílias, riqueza para seu município e crescendo em todos os aspectos da sua vida é nosso objetivo maior.

Não quero ter ou dar um discurso bonito, mas ajudar a fazer acontecer em nossa cidade aquilo que muitos estão esperando de braços cruzados e reclamando, é muito fácil reclamar e criticar, porém se levantar tomar a responsabilidade para si e trabalhar não é pra qualquer um.

Coragem ,perseverança, determinação. Caminhar em direção daquilo que você acredita foram coisas que aprendi neste IQM e que vou lutar para praticar.

Desejo o mesmo para vocês que me suportam e leem este blog.

Se quiser saber mais sobre o BOM acesse: http://bomcabofrio.rj.gov.br/index.php

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>