Missionários de Oração por Angelo Bazzo

Em todo o Corpo de Cristo, o fato de Deus chamar pessoas para missões específicas é algo normal. Cremos em “chamado”, cremos em um Deus que gera vocação. Entre os cristãos, a pessoa vocacionada recebe o nome de “missionário”. Este nome é fantástico, pois mostra que a missão de Deus encontra espaço na existência de um filho seu. Ser missionário é ser um vaso cujo o conteúdo é a missão de Deus.

Mas qual é a missão?

Nas escrituras vemos que a missão principal de Deus está ligada à comunhão. Deus, em sua essência triuna, é uma relação entre três pessoas. E o maior desejo e missão de Deus é fazer com que sua essência seja expandida em todo o Universo. A missão de Deus é comunhão e a expansão desta comunhão.

Nos profetas existe um versículo interessante que diz : “Deus não fará coisa alguma sem antes revelá-la aos seus servos os profetas” (AM 3.7). Creio que isso nos mostra que as ações de Deus estão relacionadas com ele revelar o que pensa para algumas pessoas. Logo, o plano de Deus de expandir sua comunhão, acontece por meio de ele ter comunhão com pessoas. Falando de outra forma: para expandir a comunhão Deus tem comunhão.

Por isso, penso que um verdadeiro missionário é alguém que está irremediavelmente chamado para expandir a comunhão de Deus por meio da comunhão com Deus.

Mas como isso aconteceria na prática?

Creio que a oração é a resposta.

Quando pensamos na palavra comunhão precisamos pensar também na palavra comunicação, pois as duas vem da mesma raiz. E de fato é impossível se ter comunhão sem comunicação.

Por isso, quando digo que a oração é a resposta, estou querendo dar a entender que a oração é a comunicação que gera comunhão.

Sabemos que a oração correta é aquela feita de acordo com a vontade de Deus. Por isso, para orarmos dentro da realidade comunicativa da comunhão é preciso conhecer a vontade de Deus.

E é aí também que a comunhão se desenrola. Quando Deus mostra sua vontade é a via celestial comunicando sua parte. Quando oramos esta vontade em resposta ao que temos entendido, então neste exato momento a comunhão está acontecendo.

Deus fala sua vontade e o homem ora, isso é comunhão.

Desta forma eu chego à expressão “missionário de oração”. Pois o intercessor nada mais é do que aquele que, conhecendo a vontade de Deus, passa a orar e viver em prol da realização de tal vontade.

Creio que nestes dias Deus está levantando um novo tipo de missionário na terra. Ele está erguendo pessoas que estão vocacionadas para orar. Isso pode parecer estranho por dois motivos:

-Primeiro porque pensamos que todo cristão é chamado para isso. E este pensamento é correto. Mas temos que ser realistas e perceber que de fato os cristãos não oram. Olhe ao redor, veja quantas pessoas que você conhece que são devotadas a oração?

É por isso que precisamos de pessoas que são chamadas de forma integral para orar. Pois após estarem totalmente mergulhadas nesta realidade, elas serão enviadas por todo o globo terrestre para despertar o Corpo de Cristo para sua “missão sacerdotal”.

-Em segundo lugar, pensamos que oração não é um trabalho, ou uma atividade, ou algo que mereça atenção tão grande de tempo e foco. E se pensamos assim, simplesmente provamos o ponto acima. De fato estamos totalmente desligados da missão de Deus, ainda que carreguemos o título de cristãos.

Deus, neste tempo, esta chamando homens e mulheres que vão viver aquilo que Deus tem para todos, mas que a maioria ainda não vive, e assim poderão ser enviados pelo Corpo de Cristo para que cada membro faça o que sempre deveria de ter feito.

Isso acontecerá antes da segunda vinda, e isso preparará a Igreja de Jesus ( Ap19).

Fonte: http://www.revistaimpacto.com.br

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Deixe a Vida Entrar e Venha Para Fora.

Ontem estava em uma reunião de intercessão onde nos juntamos para interceder por irmãos que estavam reunidos em um tempo evangelístico. Começamos com um tempo de adoração com músicas e partimos para a intercessão. Durante um momento em que estávamos intercedendo por irmãos que estão fracos e desanimado tive uma impressão e me lembrei da passagem de Lázaro onde Jesus pede para que os homens tirem a pedra e Ele chama Lázaro para fora, seguimos intercedendo com base nessa passagem declarando vida aos mortos espiritualmente, tenho algumas coisas a dizer sobre essa passagem.

Essa passagem me chama atenção, não pelo fato dos homens tirarem a pedra, se fosse isso você nem precisaria ler esse texto, pois um monte de gente fala isso “a parte do homem é tirar a pedra e a de Deus é ressuscitar…”  tá não é desse clichê evangélico repetido que eu vou falar.

O que me intriga no texto é o fato de quando a pedra é retirada abre-se a possibilidade da vida entrar em Lázaro, vir para fora implica em ter a vida dentro. Ele não conseguiria vir para fora sem ter a vida dentro de si. Isso é interessante porque conosco acontece da mesma forma. O único modo que temos de desfrutar de uma nova realidade de vida que seja relevante em nossa sociedade é depois da morte (não física, ou não..rsrs) é tendo a vida de Deus dentro de nós deixando de ser alma vivente e nos tornando espírito vivificante.

Se você deseja tocar o céu e transformar a terra deixe a vida entrar e venha para fora. Você como Lázaro se tornará um testemunho vivo da realidade de ressureição.

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>