Livro – Igreja Orgânica

Livro Igreja Orgânica de Neil Cole.O livro Igreja Ogânica Neil Cole faz uma chamada de volta às raízes da igreja. Ele nos ajuda a refletir sobre a visão muitas vezes distorcida da igreja convencional e sobre alguns estereótipos que a afastam do projeto de Jesus para ela.Conquanto o livro, às vezes, pareça quebrar alguns paradigmas, é impossível não ser impactado com algumas verdades bíblicas que ele resgata, tão esquecidas por muitos cristãos e igrejas de hoje, e pela fecundidade de idéias e figuras tão belamente exploradas e compartilhadas pelo autor, o que faz da leitura de seu livro um refrigério para a mente e o espírito.

“Este livro é profundo, prático e prazeroso de ler. Ele nos propõe idéias novas e nos leva a um lugar onde podemos ver o Reino de Deus se espalhar pelo mundo em nossa geração. Esta obra chegou no momento Certo” John C. Maxwell

Nota do Pedro: Este livro cristão nos faz pensar, e repensar a prática da Igreja que somos. Ele nos mostra parâmetros e moldes que abrem os olhos para a realidade da Igreja dentro de uma nova perspectiva de estrutura mais flexível, dinâmica, menos burocrática. Genial. Um livro que marcou muito minha vida tenho buscado viver essa realidade de igreja como um organismo vivo, essa igreja orgânica que nada mais é do que a própria igreja que foi iniciada por Jesus o Cristo. Recomendo. Nota 4.

Para ver mais dicas de leitura clique aqui.

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Características do Cristianismo que se Movimenta

Como essa multiplicação irá se expressar onde estamos?

Como podemos ver no mundo um surgimento o nascimento de um movimento de Igreja?

O movimento de multiplicação se dá quando a Igreja se multiplica com um aumento de 50% do número de convertidos. Esse crescimento vem pelo acréscimo de novos convertidos até a terceira geração de igreja.

Para começar com um movimento de multiplicação de igrejas é preciso começar multiplicando tudo.

Precisamos criar uma cultura no meio da igreja de multiplicação essa é uma ideia dos Wesley.

Tudo tem de multiplicar: discípulos, grupos, ministérios, igrejas.

Como começamos?

  • Precisamos ser pessoalmente um exemplo de multiplicação, precisamos ter filhos espirituais. Aqueles que são líderes e pastores precisam dizer eu vou multiplicar.
  • Movimentos acontecem quando igrejas plantam igrejas, que plantam igrejas.
  • Outras coisas se querem observar o que é um movimento é convidar plantadores de igrejas para participar do movimento.  Isso é um pouco “arriscado”, pois os plantadores de igreja são pessoas difíceis de lidar. Quando as pessoas decidem não fazer parte de uma igreja estabelecida, mas querem ser pioneiros em algo novo geralmente existe alguma coisa errada com eles. Existe uma motivação nessas pessoas para começar uma coisa nova. Eles tem características como empreendedor, criativo que não pensa segundo os padrões estabelecidos. Não deveríamos nos ofender ou ficar surpresos de que o plantador de igrejas é diferente de outros pastores.
  • Quando os discípulos ouviram o ide de Jesus eles foram e plantaram igrejas. Quando queremos interpretar um texto bíblico temos de perguntar o que ele representa para o primeiro público de ouvintes.

Falando sobre ser missional: Se queremos nos chamar de missionais temos de pensar em nos envolver em 3 coisas:

Servir localmente, plantar em uma região mais ampla e adotar por todo planeta aquelas pessoas que não foram alcançadas pelo evangelho. Toda igreja pode participar dessa ação multifacetada da missão de Deus

Voltando a plantação de igrejas:

  • Precisamos plantar por multiplicação e não pelo financiamento, não podemos comprar nossa entrada no movimento de multiplicação de igreja, o dinheiro acaba “atrapalhando” a missão, pois o dinheiro acaba criando uma expectativa que aja mais dinheiro.
  • Tudo que existe na igreja deve já nascer grávido.
  • Abrir novos caminhos ( se queremos mais temos de abrir mais estradas)
  • Leigos plantando igrejas, pessoas de outros grupos étnicos plantando igrejas, pastores que trabalham em um emprego “secular” plantando igrejas.
  • Paulo impôs as mãos designou líderes muito mais cedo do que nós estamos dispostos a fazer. Temos de avaliar se vamos usar os métodos missionários de Paulo ou os nossos.
  • Por último, para fazermos tudo isso temos de superar o medo. Superar o medo de liberar pessoas das nossas igrejas para missões, superar o medo de que se levantarmos lideres muito cedo eles vão nos abandonar. Vencemos esses medos não fingindo que eles não existem, mas criando sistemas para apoiar nossos lideres hoje e no futuro.

Que o nome e a reputação de Jesus seja conhecido amplamente.

Obs: anotações da terceira palestra de Ed Stetzer  na conferência Atos 29.

Pedro Quintanilha ><>

Revitalizando sua igreja para impactar sua cidade

Para que possamos ver uma cidade alcançada é preciso um processo de revitalização da igreja. O que vemos em todo mundo são igrejas que ficam estagnadas.

A pergunta obvia para nós é:

Como fazer as igrejas saírem da estagnação e começarem a se mover novamente?

Com uma mentalidade centrada em Deus queremos aprender com a experiência de outras pessoas para observar como Deus tem operado em outras igrejas e aplicar em nossas igrejas.

Existem 3 coisas que descrevem igrejas revitalizadas e isso mostra o que a igreja deve ser

1 – Igrejas devem ser bíblicas

Essas igrejas devem ter as escrituras como autoridade.

Essas igrejas devem estar focadas em uma liderança definida pelas escrituras.

Deve haver ensino e pregação da palavra de Deus (bíblia).

Deve haver a prática das ordenanças batismo e ceia.

Haja um senso de comunidade aliança uns com os outros.

Senso de missão.

2 – Igrejas precisam ser missionais

Procura viver no lugar que ela foi enviada por Deus (João 20,21), Jesus foi enviado e nos envia.

O problema de muitas igrejas é que elas agem como se já tivessem chegado onde deviam chegar.

Temos de entender como as pessoas falam e pensam e levar o evangelho na linguagem dela isso significa fazer parte da cultura. Mas não temos de nos separar da cultura? Sim por causa dos nossos padrões de santidade vivemos de forma diferente do mundo, mas nós somos chamados para estar no mundo embora não sejamos do mundo.

Viver como cristãos missionais é viver na cultura e nesse processo proclamamos as boas novas. Somos chamados para ser a presença de Cristo para essas pessoas.

A igreja missional vai contextualizar para a comunidade o que significa viver a palavra de Deus.

Quando a Igreja não se preocupa com a cultura a sua volta ela passa a viver como uma subcultura isolada em si mesma e ela faz com que as pessoas que estão à volta passem a experimentar barreiras para ouvir e experimentar o evangelho.

Parte do papel da igreja missional é retirar as pedras de tropeço que são desnecessárias.

Aspectos da igreja missional:

  • Encarnacionais (Representam Jesus em sua comunidade)
  • Autoctonos (Produz onde estão enraizadas)
  • Intencionais (Procura viver como agentes da missão de Deus)

3 – Igrejas precisam ser espirituais

Barreiras para o crescimento espirituais:

Lideres que vivem para eles não para Deus, se posicionam como aqueles que precisa receber.

Pecados impedem o crescimento, isso faz com que Deus discipline a igreja.

Importante lembrar que nem sempre o crescimento numérico é prova da benção de Deus.

A falta de fé de confiança em Deus faz com que algumas igrejas não cresçam, achar que não precisam de nada.

Outra coisa que impede o crescimento é fazer a igreja acontecer sem ser igreja.

Outra questão são falhas em nosso processo de discipulado, pessoas que se tornam cristãs e não crescem na fé.

O último impedimento é o orgulho, nós não sabemos tudo, temos de estar abertos a aprender com outros.

Nós não temos que tornar o evangelho relevante, ele já é nós é que muitas vezes não somos e a maneira que comunicamos o evangelho que deve ser relevante.

Nem todas as igrejas que precisam de revitalização estão em total decadência, algumas precisam voltar o foco, outras precisam recarregar as baterias, outras precisam de reestruturação, as que estão em piores situações as vezes precisam ser reiniciadas.

A forma que tratamos a revitalização depende do nível dos problemas.

Ninguém gosta de mudança, porque a mudança dói. As pessoas vão querer mudar quando a dor da mudança for menor do que a dor de como está. Temos de fazer a pergunta : Qual é o tipo de mudança que precisamos?

Algumas coisas que podem nos distrair dessas mudanças que precisamos:

– Às vezes a igreja passa a ser institucionalizada, se preocupa mais com sua organização do que com a missão.

– Às vezes a igreja funciona como uma associação de voluntários um clube, como um Rotari ou Lyons da cidade.

– Às vezes a igreja não é intencional não age não tem planos estratégias.

– Às vezes a igreja quer se manter pequena, não quer crescer mais.

– Às vezes a igreja acha que não pode competir com as demais (as igrejas grandes tem boas músicas bons programas) Eles precisam se focar no crescimento que Deus quer dar.

– Uma igreja descente e em ordem, tudo tem que sair certinho.

– Às vezes a igreja pode ser muito diferente da comunidade então tenta forçar uma situação pela força do próprio braço sem conseguir resultados, justamente por ser muito “diferente” de quem eles tentam alcançar.

– Às vezes a igreja tem a ilusão de que o tempo parou, ela passa a viver no passado, mas Deus nos chama a viver em missão hoje.

– Às vezes a igreja que está voltada para como tudo está aparentando, em muita ordem, o prédio ao invés de ser a ferramenta passa a ser o alvo.

– Aquela atitude que diz ou faça do meu jeito ou caia fora.

– Aquela igreja “capelania” o pastor existe para satisfazer as necessidades da igreja, só isso.

– A igreja empresa, muitas igrejas locais se perguntam o que a minha denominação quer que eu faça e às vezes estão muito mais preocupadas com o que a sede deseja do que com a sua missão local, o objetivo de uma denominação não pode ser que aja uma uniformidade em suas congregações. A forma como ministramos em muitas maneiras é determinada pelo onde, como e quem da cultura.

– O perigo da igreja que não quer correr riscos, para vermos a igreja revitalizada você vai ter que correr riscos.

O cenário da igreja revitalizada:

Precisamos lembrar que Deus é quem realiza a sua obra e ele usa pessoas para realizar (Salmo 127,1). O Senhor direciona homens para construir, ele reconhece Deus como diretor, orientador e agimos sob sua direção.

– As pessoas da igreja precisam estar engajadas na revitalização, os pastores e lideres não podem fazer isso sozinho, precisamos ajudar as pessoas tomarem a decisão em conjunto.

– Tomar uma decisão a respeito de um plano de ação, para alcançar pessoas, para plantar novas igrejas, para estar em missão porque o planejamento está presente em toda bíblia.

– É preciso ter uma liderança proativa.

O que pessoas fizeram quando lideraram processos de revitalização:

– Os lideres da revitalização são os que tomam a iniciativa da mudança, conduzir a igreja com uma insatisfação santa.

– Desafiar as desculpas, questionar as desculpas e orar regularmente o conteúdo de (Mateus 9 37,38).

– Precisamos comtemplar a seara, ver que a colheita está pronta.

– Para alcançar a comunidade nós mesmos precisamos ser exemplo de evangelismo apaixonado. Existem os evangelistas que Deus deu a igreja mas o evangelismo é um dever de cada cristão.

– A necessidade de compartilhar o ministério, quando partilhamos o ministério todos são responsáveis.

– Tomar decisões de como gasta seu tempo, quando o pastor faz no lugar das pessoas aquilo que Deus chamou as pessoas pra fazer todos perdem e a missão de Deus é “impedida”.

– Distribuir tarefas para igreja, pois quanto mais pessoas estiverem engajadas no ministério mais forte será a igreja.

– Aprender a usar o tempo de forma intencional, Deus nos chama para serem mordomos / administradores fiéis daquilo que nos confiou.

– Aprender a gastar mais tempo com assuntos relacionados a pessoas. Existem dois grupos que os pastores devem gastar mais tempo 1º os lideres, 2º os perdidos.

– Aprender a comunicar uma visão que seja clara e convidativa.

– Lideres da revitalização se multiplicam (2 Timóteo 2).

Existe muito mais que nós precisamos considerar como pregação clara da palavra de Deus, a formação de discípulos…

Que a sua igreja possa experimentar esta revitalização.

Obs: anotações da primeira palestra de Ed Stetzer  na conferência Atos 29.

Pedro Quintanilha ><>

Ide fazei discípulos

Acredito que este video complementa o último post e além disso expressa o que Deus tem comunicado com ênfase a sua Igreja no tempo presente. Discipulado, relacionamento. De fato igreja é a família de Deus. Que possamos desfrutar mais disso e caminhar para cumprir nossa missão.

Vale refletir, e que essa reflexão gere uma ação prática.

Nós temos uma missão.

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

A Doutrina de Cristo

Muito me preocupa o fato de  focarmos em tantas coisas e muitas vezes nem nos dar conta de quais são os ensinos onde estão os fundamentos da nossa fé. Por isso gostaria de hoje postar sem muitos comentários ou opiniões a pura e simples, profunda e prática doutrina de nosso mestre e Senhor Yeshua (Jesus) o Cristo de Deus. Seguem abaixo as transcrições literais dos Capítulos 5,6,7 e verso 1 do cap 8 do evangelho de Mateus e o Capítulo 6 apartir do verso 20 do evangelho de Lucas versão NVI.

Mateus relata:

Vendo as multidões, Jesus subiu ao monte e se assentou. Seus discípulos aproximaram-se dele, e ele começou a ensiná-los, dizendo:

“Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos céus.

Bem-aventurados os que choram, pois serão consolados.

Bem-aventurados os humildes, pois eles receberão a terra por herança.

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos.

Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia.

Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus.

Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus.

Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, pois deles é o Reino dos céus.

“Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa os insultarem, perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês.Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a recompensa de vocês nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês.”

“Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens.

“Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte. E, também, ninguém acende uma candeia e a coloca debaixo de uma vasilha. Pelo contrário, coloca-a no lugar apropriado, e assim ilumina a todos os que estão na casa. Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus”.

“Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir.Digo-lhes a verdade: Enquanto existirem céus e terra, de forma alguma desaparecerá da Lei a menor letra ou o menor traço, até que tudo se cumpra.Todo aquele que desobedecer a um desses mandamentos, ainda que dos menores, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será chamado menor no Reino dos céus; mas todo aquele que praticar e ensinar estes mandamentos será chamado grande no Reino dos céus. Pois eu lhes digo que se a justiça de vocês não for muito superior à dos fariseus e mestres da lei, de modo nenhum entrarão no Reino dos céus”.

“Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não matarás’, e ‘quem matar estará sujeito a julgamento’.Mas eu lhes digo que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento. Também, qualquer que disser a seu irmão: ‘Racá’, será levado ao tribunal. E qualquer que disser: ‘Louco! ’, corre o risco de ir para o fogo do inferno.

“Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta.

“Entre em acordo depressa com seu adversário que pretende levá-lo ao tribunal. Faça isso enquanto ainda estiver com ele a caminho, pois, caso contrário, ele poderá entregá-lo ao juiz, e o juiz ao guarda, e você poderá ser jogado na prisão.Eu lhe garanto que você não sairá de lá enquanto não pagar o último centavo”.

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Não adulterarás’.Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.

Se o seu olho direito o fizer pecar, arranque-o e lance-o fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ser todo ele lançado no inferno.E se a sua mão direita o fizer pecar, corte-a e lance-a fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ir todo ele para o inferno”.

“Foi dito: ‘Aquele que se divorciar de sua mulher deverá dar-lhe certidão de divórcio’.Mas eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, faz que ela se torne adúltera, e quem se casar com a mulher divorciada estará cometendo adultério”.

“Vocês também ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não jure falsamente, mas cumpra os juramentos que você fez diante do Senhor’. Mas eu lhes digo: Não jurem de forma alguma: nem pelo céu, porque é o trono de Deus; nem pela terra, porque é o estrado de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei. E não jure pela sua cabeça, pois você não pode tornar branco ou preto nem um fio de cabelo.

Seja o seu ‘sim’, ‘sim’, e o seu ‘não’, ‘não’; o que passar disso vem do Maligno”.

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente’.Mas eu lhes digo: Não resistam ao perverso. Se alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra. E se alguém quiser processá-lo e tirar-lhe a túnica, deixe que leve também a capa. Se alguém o forçar a caminhar com ele uma milha, vá com ele duas.Dê a quem lhe pede, e não volte as costas àquele que deseja pedir-lhe algo emprestado”.

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’.Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos. Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa receberão? Até os publicanos fazem isso! E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês”.

 “Tenham o cuidado de não praticar suas ‘obras de justiça’ diante dos outros para serem vistos por eles. Se fizerem isso, vocês não terão nenhuma recompensa do Pai celestial.

“Portanto, quando você der esmola, não anuncie isso com trombetas, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, a fim de serem honrados pelos outros. Eu lhes garanto que eles já receberam sua plena recompensa. Mas quando você der esmola, que a sua mão esquerda não saiba o que está fazendo a direita, de forma que você preste a sua ajuda em segredo. E seu Pai, que vê o que é feito em segredo, o recompensará”.

“E quando vocês orarem, não sejam como os hipócritas. Eles gostam de ficar orando em pé nas sinagogas e nas esquinas, a fim de serem vistos pelos outros. Eu lhes asseguro que eles já receberam sua plena recompensa. Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará. E quando orarem, não fiquem sempre repetindo a mesma coisa, como fazem os pagãos. Eles pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não sejam iguais a eles, porque o seu Pai sabe do que vocês precisam, antes mesmo de o pedirem.

Vocês, orem assim:

‘Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome.

Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.

Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia.

Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores.

E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém’.

Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas”.

“Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas, pois eles mudam a aparência do rosto a fim de que os homens vejam que eles estão jejuando. Eu lhes digo verdadeiramente que eles já receberam sua plena recompensa. Ao jejuar, ponha óleo sobre a cabeça e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê no secreto. E seu Pai, que vê no secreto, o recompensará”.

“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.

“Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz. Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas são!

“Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro”.

“Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa? Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas? Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?”Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem.Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles. Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé? Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer? ’ ou ‘que vamos beber? ’ ou ‘que vamos vestir? ’ Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas.

Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.

Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal”.

“Não julguem, para que vocês não sejam julgados.Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês. “Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? Como você pode dizer ao seu irmão: ‘Deixe-me tirar o cisco do seu olho’, quando há uma viga no seu? Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão.

“Não dêem o que é sagrado aos cães, nem atirem suas pérolas aos porcos; caso contrário, estes as pisarão e, aqueles, voltando-se contra vocês, os despedaçarão”.

“Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta.Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta. “Qual de vocês, se seu filho pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou se pedir peixe, lhe dará uma cobra? Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem! Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles lhes façam; pois esta é a Lei e os Profetas”.

“Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela.Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram”.

“Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores.Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas? Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins. A árvore boa não pode dar frutos ruins, nem a árvore ruim pode dar frutos bons. Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo.

Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão!

“Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres? ’Então eu lhes direi claramente: ‘Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal! ’ ”

“Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha.Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha.

Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia.Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda”.

Quando Jesus acabou de dizer essas coisas, as multidões estavam maravilhadas com o seu ensino, porque ele as ensinava como quem tem autoridade, e não como os mestres da lei.

Quando ele desceu do monte, grandes multidões o seguiram.

Lucas relata:

Então, levantando ele os olhos para os seus discípulos, dizia: Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o reino de Deus.

Bem-aventurados vós, que agora tendes fome, porque sereis fartos. Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque haveis de rir.

Bem-aventurados sereis quando os homens vos odiarem, e quando vos expulsarem da sua companhia, e vos injuriarem, e rejeitarem o vosso nome como indigno, por causa do Filho do homem. Regozijai-vos nesse dia e exultai, porque eis que é grande o vosso galardão no céu; pois assim faziam os seus pais aos profetas.

Mas ai de vós que sois ricos! porque já recebestes a vossa consolação.

Ai de vós, os que agora estais fartos! porque tereis fome. Ai de vós, os que agora rides! porque vos lamentareis e chorareis.

Ai de vós, quando todos os homens vos louvarem! porque assim faziam os seus pais aos falsos profetas.

Mas a vós que ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam,

bendizei aos que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam.

Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, não lhe negues também a túnica.

Dá a todo o que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho reclames.

Assim como quereis que os homens vos façam, do mesmo modo lhes fazei vós também.

Se amardes aos que vos amam, que mérito há nisso? Pois também os pecadores amam aos que os amam. E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que mérito há nisso? Também os pecadores fazem o mesmo.

E se emprestardes àqueles de quem esperais receber, que mérito há nisso? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para receberem outro tanto.

Amai, porém a vossos inimigos, fazei bem e emprestai, nunca desanimado; e grande será a vossa recompensa, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os integrantes e maus.

Sede misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso.

Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados.

Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando vos deitarão no regaço; porque com a mesma medida com que medis, vos medirão a vós.

E propôs-lhes também uma parábola: Pode porventura um cego guiar outro cego? não cairão ambos no barranco?

Não é o discípulo mais do que o seu mestre; mas todo o que for bem instruído será como o seu mestre. Por que vês o argueiro no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho? Ou como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não vendo tu mesmo a trave que está no teu? Hipócrita! tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão.

Porque não há árvore boa que dê mau fruto nem tampouco árvore má que dê bom fruto.

Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto; pois dos espinheiros não se colhem figos, nem dos abrolhos se vindimam uvas.

O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem; e o homem mau, do seu mau tesouro tira o mal; pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.

E por que me chamais: Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos digo?

Todo aquele que vem a mim, e ouve as minhas palavras, e as pratica, eu vos mostrarei a quem é semelhante:

É semelhante ao homem que, edificando uma casa, cavou, abriu profunda vala, e pôs os alicerces sobre a rocha; e vindo a enchente, bateu com ímpeto a torrente naquela casa, e não a pôde abalar, porque tinha sido bem edificada.

Mas o que ouve e não pratica é semelhante a um homem que edificou uma casa sobre terra, sem alicerces, na qual bateu com ímpeto a torrente, e logo caiu; e foi grande a ruína daquela casa.

Sem comentários.

Pedro Quintanilha ><>

Livro – Plano Mestre de Evangelismo

Quando discipulado nao estava na moda, o  tempo passa mas certos certos principios e conceitos não só permanecem mas continuam relevantes não importa a época, este é o caso de Plano Mestre, um livro que foi escrito nos anos 60 mas continua bem atual pois nos traz uma visão sistêmica e prática a respeito de evangelismo e discipulado.

Nota do Pedro: Este é um livro profético, um manual de discipulado que ainda possui um plano de estudo, é bem prático, gostei muito da abordagem pratica do livro que é algo que valorizo bastante. Um livro curto que vale a pena ser lido e relido muitas vezes.  Nota 4.

Veja mais no SKOOB: http://www.skoob.com.br/usuario/337595-phmquintanilha

Pedro Quintanilha ><>