Uma nota sobre aproveitar a vida

aproveite a vida

Hoje é dia dos namorados, e tenho refletido sobre uma questão: Aproveitar a vida!

Casei com 23 anos e isso causou alguns questionamentos entre alguns amigos e parentes próximos. Muito mais em alguns dos meus antigos colegas de trabalho. Estes vinham sempre com um discurso pronto, motivados pelos pensamentos que prevalecem em nosso tempo presente.

Por que você não aproveita a vida? Perguntavam alguns deles.

Então eu paro e penso. O que é de fato aproveitar a vida?

Será que aproveitar a vida é sair todos os fins de semana, beber, me embriagar e acordar de porre na segunda-feira?

Será que aproveitar a vida é beijar na boca de milhares de pessoas e nem ao menos lembrar quantas foram no outro dia?

Será que aproveitar a vida é ter relações sexuais com diversas mulheres diferentes e  sem nenhum tipo de restrição, me arriscando a pegar uma doença, ou ainda não ter nenhum tipo de sentimento ou consideração pela outra pessoa?

Será que aproveitar a vida é viver uma vida egoísta, buscando a minha realização pessoal e viver em busca de me tornar milionário ou famoso?

Será que aproveitar a vida é viver de forma inconsequente ou seja sem pensar nas consequência dos meus atos, declarando carpe dien?

Será que aproveitar a vida é buscar ser feliz não importa como?

Será que aproveitar a vida é fazer o que quiser e viver como dizem: sem arrependimentos?

Na boa nenhuma dessas alternativas demonstra de fato o que é aproveitar a vida. Não quero ser presunçoso em fechar a questão sobre o que é aproveitar a vida, mas sei de uma verdade nada disso que falam que é aproveitar a vida reflete a realidade de aproveitar a vida.

Vou dizer o que penso sobre aproveitar a vida.

Penso que aproveitar a vida é antes de tudo estar reconciliado com aquele que me criou e pra isso eu preciso me arrepender (mudar minha mente), abandonar o egoísmo (culto do ego) deixar o trono do meu coração e submeter ao governo daquele que é o meu irmão mais velho e me faz participante e filho daquele que é meu verdadeiro Pai.

Aproveitar a vida é viver ao lado da mulher que o Pai separou para ser minha esposa e com ela me tornar uma só carne. Aprender a morrer e renunciar a mim mesmo todos os dias em prol dela. Acredito que isso irá se intensificar quando chegarem os filhos.

Aproveitar a vida é viver em união com a família de Deus (igreja) que é o corpo de Cristo na terra. Aprendendo a cada dia a amar de forma prática, desfrutar da alegria da comunhão e aprender a servir de forma altruísta.

Aproveitar a vida é viver em um Reino de Justiça, Paz e Alegria mesmo em meio as lutas e tribulações da vida.

Aproveite a vida!

Feliz dia dos namorados.

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Anúncios

2 respostas em “Uma nota sobre aproveitar a vida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s