Curiosidades sobre a Bíblia – Parte 4

biblia – O primeiro Salmo encontra-se em II Samuel 1:19-27, um lamento de Davi em memória de Saul e seu filho Jônatas.
– O Antigo Testamento termina com uma maldição, e o Novo Testamento termina com uma benção.
– O último livro da Bíblia a ser escrito foi III São João.
– Há 3573 promessas na Bíblia.
– Dos quatro evangelistas só dois andaram com Jesus; Marcos e Lucas não foram seus discípulos.
– Todos os versos do Salmo 136 terminam com o mesmo estribilho: “Porque a Sua misericórdia dura para sempre.”
– O profeta que veio depois de Malaquias foi João Batista.
– Judas foi o único dos doze apóstolos que não era Galileu.
– João era o discípulo mais jovem dos doze.
– Quem foram os únicos homens que jejuaram 40 dias e 40 noites? Jesus (Mateus 4), Elias (I Reis 19:8) e Moisés (Deuteronômio 9:9).
– Os versículos 8, 15, 21 e 31 do Salmo 107 são iguais.

No amor de Jesus

Pedro Quintanilha ><>

Evangelho em Foco

Princípios Bíblicos + Fotografia

O Projeto Evangelho em Foco nasceu do desejo de promover a edificação da igreja através da utilização da arte como meio de veiculação da mensagem de Deus. A união da fotografia com os princípios da palavra busca levar o observador a uma reflexão sobre a mensagem do Evangelho de Cristo. A arte a serviço do Reino, esse conceito é parte principal de um resgate da arte como meio de propagação e projeção do evangelho.

Devemos utilizar todos os nossos recursos: emocionais, físicos, culturais, intelectuais, materiais, financeiros, dons, talentos, nosso tempo! Todos os que nos foram acrescentados ao longo de nossas vidas, com o intuito de promover a mensagem de Cristo na sociedade.” João Egidio 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos do Amigo João Egidio, mais novo colaborador do Reino e Sacerdote.

Aguardem pois muita coisa legal virá desta parceria.

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Ampliando o Entendimento sobre Reino de Deus

Pegando carona no último posto sobre Reino de Deus acredito ser oportuno compartilhar com vocês esses slides que foram passados na ECAP em Cabo Frio ministrada pela equipe do Rugido do Leão. 

“O Reino de Deus não é um lugar, umterritório. Não é o céu. Não é a Igreja. Não éuma coisa, um objeto, um estado. O Reino deDeus é uma ação. Essa ação é um ato, é arealidade mais absoluta do universo. O Reino de Deus é o reinar de Deus”  Fábio Souza

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Princípios a Serem Resgatados – Reino de Deus

Finalmente vou dar continuidade a uma série que iniciei em 2009 a partir do meu primeiro artigo escrito, o entendimento sobre o Reino de Deus é o segundo princípio que acredito que deve ser resgatado para nosso pleno caminhar diante de Deus. Se você me acompanha desde aquela época deve se lembrar, se não relembre a introdução e o primeiro princípio que acredito que devemos resgatar.

Reino de Deus

Uma das formas de entendermos o que é alguma coisa é primeiro descobrindo o que ela não é.

“Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.”(Almeida Corrigida Fiel)Rm 14.17

Descobrimos que o Reino não é carnal e sim espiritual, mas ainda não o que exatamente é o Reino.

O Irmão Jorge Himitian nos Fala que, o Reino de Deus é uma ação. O Reino de Deus é a ação de reinar de Deus e esta realidade não pode ser vista pelos olhos físicos por isso Jesus nos disse:

todo aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus(Jo 3.3)

Nós hoje reconhecemos Cristo como nosso Salvador, porém muitas vezes não o vemos como Senhor só que, se não entregarmos nossas vidas para que Cristo seja o Senhor não poderemos ter Ele como nosso Salvador.

Este princípio do reconhecimento do reinado de Cristo em nós é algo que tem de ser vivido e pregado, pois só assim, com Cristo reinando em nós, que conseguiremos iluminar a escuridão.Por muitos anos nos tem sido pregado um outro evangelho cheio de meias verdades, individualista, materialista que massageia o ego,que apresenta a Cristo como um produto bom para os negócios, devemos repudiar este falso evangelho e passar a viver as verdades do Reino de Deus.

“e da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o Príncipe dos reis da terra. Aquele que nos ama, e pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados, e nos fez reino, sacerdotes para Deus, seu Pai, a ele seja glória e domínio pelos séculos dos séculos. Amém.” Ap 1 5,6 (Grifos do autor)

O Senhor nos constituiu reino na qual ele é o Rei e deve reinar eternamente, nos fez também sacerdotes. Isso nos traz a responsabilidade de ministrarmos a ele não somos mais meros espectadores de uma pregação. Nós não nos reunimos para assistir ao culto. Temos um serviço diante do Rei, não temos mais desculpas para continuar vivendo em nossa zona de conforto ou no nosso reino próprio, pois o Reino de Deus é constituído por sacerdotes se não temos sido sacerdotes Cristo não tem reinado em nós.

Que possamos viver o Reino de Deus irmãos, sendo sempre submissos a Ele.

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>

Apóstolos e Profetas

“…edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, tendo Jesus Cristo como pedra angular, no qual todo o edifício é ajustado e cresce para tornar-se um santuário santo no Senhor.” Ef  2.20,21 (Grifo do autor).

Apostolos e Profetas na Igreja“Assim, na igreja, Deus estabeleceu primeiramente apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres; depois os que realizam milagres, os que têm dom de curar, os que têm dom de prestar ajuda, os que têm dons de administração e os que falam diversas línguas.” 1Co12.28 (Grifo do autor).

Pensando sobre esses textos e observando o quadro da Igreja atual, (não vou gastar perder meu tempo criticando não) tenho refletido sobre duas questões:

O que é ser o primeiro?

O que é lançar o fundamento?

Quando ouvimos que os Apóstolos e Profetas são os primeiros parece ser aqueles que detém todo o poder, aquele que manda, aquele que está no topo da pirâmide da hierarquia clerical. Interessante que os primeiros discípulos de Jesus já pensaram assim e o Mestre os exortou e explicou que não seria dessa forma entre nós (Lc 22.25-27). O maior é o que serve.

Engraçado olhar para esse texto e observar a postura dos chamados apóstolos do nosso tempo, mas esse não é nosso foco. O que desejo enfatizar é que existe uma lógica presa em nossas mentes que nos impedem de enxergar a forma do reino de Deus para isso nossa Cosmovisão precisa mudar.

Beleza, mas eai?

Quando Paulo, o apóstolo escreve o texto de 1Co12.28 e Ef 2.20,21 ele está descrevendo a mesma figura ele está falando da Igreja como uma casa, como um santuário composto de pedras vivas ele está usando a mesma figura de Mateus 16.18 aquela que Jesus usa para abençoar Pedro e a revelação que o Pai lhe deu sobre a Igreja.

Então o que é um fundamento ou a fundação de uma casa? Simples, aquilo que fica por baixo.

Agora parece que as palavras de Jesus e de Paulo começam a se encaixar.  Se os apóstolos e profetas são os que lançam os fundamentos e o fundamento é Cristo que está neles.  Eles não podem simplesmente lançar e sair como alguém que lança concreto no alicerce de uma casa. O exemplo destes homens é o próprio concreto que é lançado para que a igreja cresça sobre este exemplo de vida em Cristo assim como foi com Jesus.

A Igreja é o Corpo Vivo de Cristo na terra é a casa de Deus construída sobre Cristo através de homens e mulheres que vivem segundo o Espírito de Deus.

Por isso ser o primeiro parece ser o último, pois é o que fica por baixo sustentando o peso da construção, talvez agora você entenda por que Paulo fala “Porque me parece que Deus nos colocou a nós, os apóstolos, em último lugar, como condenados à morte. Temo-nos tornado um espetáculo para o mundo, tanto diante de anjos como de homens. “ 1Co 4.9

Que possamos nos deixar ser edificados sobre o fundamento, que é Cristo demostrado através do exemplo dos verdadeiros apóstolos e profetas  e assim possamos seguir em direção ao cumprimento do Propósito Eterno de Deus e na missão
de fazer discípulos segundo a imagem de Jesus.

No amor de Jesus

Pedro Quintanilha ><>

 

Curiosidades Sobre a Bíblia – Parte 3

biblia sagrada– A palavra Bíblia vem do grego, através do latim, e significa: livros.
– A Bíblia já foi traduzida por mais de 1500 línguas e dialetos.
– A primeira Bíblia em português foi impressa em 1748. A tradução foi feita a partir da Vulgata Latina e iniciou-se com D. Diniz (1279-1325).
– No ano de 1250 o cardeal Caro dividiu a Bíblia em capítulos, que foram divididos em versículos no ano de 1550, por Robert Stevens.
– A Bíblia inteira foi escrita num período que abrange mais de 1600 anos.
– É uma obra de cerca de 40 autores, das mais variadas profissões: de humildes agricultores, pescadores até renomados reis.
– O Livro mais antigo da Bíblia pode não ser o Gênesis, mas o livro de Jó. Se é o mais antigo, pode ser que tenha sido escrito por Moisés, quando esteve no deserto, portanto décadas antes do Pentateuco.
– O Codex Vaticanus é provavelmente o mais antigo exemplar da Bíblia em forma completa.
– A primeira tradução completa da Bíblia para o inglês foi feita por Wycliffe, em 1380.
– Martinho Lutero foi o primeiro tradutor da Bíblia para a língua do povo alemão.
– Na biblioteca da Universidade de Gottingen, Alemanha, existe uma Bíblia que foi escrita em 470 folhas de palmeira.

No amor de Jesus,

Pedro Quintanilha ><>