A igreja que temos X A igreja que Deus

Este é um artigo que li e me edificou muito gostaria de postá-lo aqui para que sirva de edificação aos que passam por este blog, Este artigo foi escrito pelo Samuel, um grande amigo que tem sido uma referência de parternidade espiritual sobre minha vida, amo muito a vida dele e vejo que suas palavras e atidutes tem edificado a igreja em Cabo Frio. segue abaixo o seu texto. paz Pedro Quintanilha ><>

”Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16.18)

Quando olhamos com seriedade para igreja dos dias atuais, somos levados às seguintes reflexões:

Será que a igreja que praticamos hoje tem cumprido sua missão?
Será que estamos de acordo com o modelo original estabelecido por Jesus?
Os cristãos de fato sabem o que é a igreja?

Essas são perguntas introdutórias para iniciarmos nossa reflexão sobre: A igreja que temos X a igreja que Deus quer.

Entendemos que esse é um conceito fundamental que precisamos revisar. Pois de acordo com a forma que enxergamos a igreja, definimos também nossa forma de servir e se relacionar com os irmãos e com Deus.

A) TRADICIONALMENTE: Associamos a palavra igreja a um prédio “sagrado”, com uma placa denominacional com nomes associados a dons. Ex.: igreja da cura, da adoração… Ou a nome de pessoas como: ministério “Fulano de tal”… Wesley, Lutero… e outros.

Nestes recintos ocorrem os serviços “sagrados” em dias e horários estabelecidos e existe a idéia de que os atos fora dele não tem valor espiritual. Ex.: casamentos, ceia, apresentação de bebês… etc.

Como conseqüência desta visão distorcida de igreja, temos:

A oficialização do orgulho e da competição. Falas do tipo: “minha igreja, nossa igreja…”
Estímulo à divisão: Pessoas buscam “igrejas” de acordo com seus próprios interesses.
Pretexto para fuga e auto-preservação: Pessoas se tornam itinerantes espirituais, fugindo de um lugar para outro para não serem confrontadas em suas carnalidades.
Confusão: qual a igreja certa? (existem em média 30.000 denominações).
Descrédito para o mundo: As muitas divisões e tipos de “igrejas” colocam em dúvida nosso amor e unidade. (Jo 17:23)

B) BIBLICAMENTE: A palavra igreja do grego Eklesia significa (chamados para fora). Significa um agrupamento de pessoas salvas e unidas para um propósito. No NT a palavra igreja não tem relação com prédios, mas com pessoas.

A localidade onde a igreja se encontrava era a única base para seu nome. Ex.: igreja em Corinto, em Éfeso, em Tessalônica, na Galácia… etc.

Como nosso foco maior é resgatar a prática da igreja que Deus quer, vamos refletir sobre os princípios que precisam ser resgatados:

1- Deus quer uma igreja organismo vivo, não uma instituição estática

Neil Cole no seu livro igreja orgânica diz: “fazemos uma injustiça a Jesus ao reduzir sua vida e ministério a um prédio e a um dia” (domingo).

Neste conceito de igreja, estamos trocando o IDE de Jesus pelo vinde aos nossos prédios e cultos.

A igreja é o organismo vivo, programada por Deus para se ramificar em todos os setores sociais e se expressar. Ver (Mt 16.20 e Jo 4.24.)

A igreja precisa tomar ruas, bancos de praça, casas, empresas, escolas… Enfim, onde houver 02 ou 03 reunidos no nome de Jesus, ali há uma expressão da igreja.

2- Deus quer uma igreja focada em relacionamentos e não em programas

Não são os programas e os mega-cultos que garantem a qualidade de vida na igreja, mas os relacionamentos e o cultivo da vida familiar. (Ef 4.15-16 )

A ênfase dos grandes cultos permite a freqüência de pessoas que não estão dispostas a serem transformadas, e que não querem compromisso, mas apenas consumir bons produtos espirituais.

A igreja primitiva era basicamente focada em relacionamentos (At 2.42, 44 e At 4.32.). O relacionamento é o principal aferidor da condição espiritual de um cristão (I Jo 1.7-9). O cristão que não se relaciona possivelmente está em trevas (pecado oculto).

3- Deus quer crescimento multiplicativo

“…e o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros.” (II Tm 2.2).

É necessário ao discípulo gerar outro discípulo através da pregação, consolidação e discipulado. Cremos que esse é o serviço comum e essencial para todo cristão. Devemos deixar de aplicar nosso tempo e esforço em atividades ministeriais que não cumprem a grande comissão dada por Jesus. (Mt 20.19-29).

A igreja precisa crescer de forma multiplicativa expandindo sua influência nos diversos setores sociais.

4- Deus quer um serviço descentralizado

A bíblia deixa claro que na nova aliança todos os salvos são sacerdotes, no entanto é preciso fazer valer essa posição que nos foi dada por Deus.

As igrejas no NT nunca foram dirigidas apenas por um homem ou uma classe clerical, o povo atuava junto com os ministérios, cada em seu dom especifico.

5- Deus quer que sua igreja se expresse principalmente nas casas.

A igreja no NT reunia-se basicamente nos lares, com toda a sua estrutura. Cremos que tudo que o Senhor tem revelado sobre a ordenação dos santos e o desempenho dos serviços, não dá para ser praticado em grandes reuniões, isso só é possível com a igreja nos lares.

Os principais motivos são:

A casa dá legitimidade ao caráter familiar da igreja
Este ambiente estimula o relacionamento
Ali a assistência pessoal é facilitada
Nela a estratégia evangelística é eficiente
É um ambiente que gera menos custo e maior influência comunitária
Textos: Rm 16.5, Fp 4.22, Cl 4.15, I Co 15.16-15

Conclusão:

Com base na afirmação de Jesus “… eu edificarei a minha igreja”. Estamos certos que, independente da condição atual da noiva (dividida, corrompida, etc.), Jesus vai edificá-la. Em Jo 17, Jesus faz uma oração pela unidade, temos a convicção que o Pai ouviu essa oração e está trabalhando neste sentido.

Por Pr. Samuel Bello
Projeto IDE – igreja em Cabo Frio – RJ

Anúncios

2 respostas em “A igreja que temos X A igreja que Deus

  1. “Será que a igreja que praticamos hoje tem cumprido sua missão?”
    Essa reflexao é muito importante…
    Vivemos focados em nos mesmos,em nossos proprios interesses!!
    Como Samuca disse:Temos transformado a grande comissao em grande omissao!!
    Temos deixado de lado o que realmente é a igreja!
    Estamos omissos em nos mesmos..temos vivido em nossa zona de conforto,esquecendo o IDE do Senhor!
    Precisamos agir como discipulos de Jesus..É necessario IR para ser gerado em nos a realidade da igreja!!
    Que isso seje real em nossas vidas:A vida da igreja!!
    Te amoo principe…
    Beijoss
    Fik na paz

  2. Glória a Deus pela vida do Samuel, homem sábio, com realmente visão de Deus!
    É claro que nós temos noção de tudo isso que ele falou, mas o que realmente nos falta é a prática dessas coisas!
    Mas como foi falado por Jesus “… eu edificarei a minha igreja” temos a certeza de que Deus já está movendo na sua igreja essa disposição, essa mobilização em prol do Reino. Creio q Deus tem feito isso através de pregações, de livros, e de blog como o seu Pedrão!

    Que possamos sempre juntos caminharmos em direção a esse propósito do Senhor, ser direcionados a uma vida de igreja msm, nos importar com o próximo!

    Abração meu irmão! Grande benção esse post!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s